segunda-feira, 30 de maio de 2011

Não Deixar a Tristeza Dominar!!

A esta hora pelo horário do Brasil o acidente já havia acontecido.Dois anos se
passaram e hoje estou tão triste quanto o dia que soube do acidente,( sei que hoje não é dia primeiro, mas foi de domingo para segunda que aconteceu, e é assim que conto) acho que tristeza
não é a palavra certa, o problema é que não sei explicar o que estou sentindo,
Sinto muita mas muita falta do meu pai. Esta tudo muito difícil não entendo por que esta sensação
não vai embora. O pior é que mesmo com tudo que estamos passando encontramos pessoas que
tem por lema:"Fazer o mal sem olhar a quem".
É isto mesmo que estou falando, existem pessoas que vivem para fazer o mal aos outros, parece que se realizam desta forma.
Mas mesmo com os problemas pelo os quais passamos mesmo sabendo que meu pai não vai mais estar la para resolver as coisas e acalmar minha mãe com suas palavras sabias e nos garantir que tudo vai ficar bem, mesmo assim preciso acreditar que tudo vai ficar bem.Que onde quer que esteja ele nos protegera como nos protegia quando estava aqui,agora mais do que nunca preciso ser forte, e vou ser.Um dia no futuro,esta será lembrada como uma difícil fase de minha vida, mas também vou me lembrar do ensinamento de meu pai. Ensinamento que me faz superar a dor de sua ausência. Hoje estou mais frágil como nos últimos dias, mas mesmo assim vou seguir em frente.
Já não vejo muitos motivos para sorrir, para brincar,mas vou continuar fazendo estas coisas, por que quanto mais se deixa a tristeza
tomar conta da sua vida mais triste a vida fica, e não é isso que eu quero.Não vou nunca deixar que um sentimento ruim domine minha vida, sei que meu pai me amava muito para querer me ver triste , por isso por ele vou sempre ser feliz , e quando este sentimento ruim chegar, vou lembrar dos poucos, mas ótimos momentos que vivi com ele, e este será sempre o caminho para a busca de minha felicidade.
Ana Giulia

terça-feira, 24 de maio de 2011

Erros e Acertos!!

A corda sempre arrebenta do lado mais fraco, e acredito que seja verdade ou melhor dizendo, hoje sei infelizmente que é verdade.Mas me recuso  ser o lado  fraco nesta historia que devastou minha vida.As pessoas falam que sou criança e não deveria me meter neste assunto que isto é coisa de gente grande, só queria saber de  que  tipo de gente grande que estão falando(grande em idade,ou grande em dinheiro?) Mas voltando ao assunto, vejo que esta frase não é só uma frase qualquer.
Estou aprendendo muito cedo que o lado mais forte é sempre o lado que tem mais dinheiro.Não vou aceitar de forma alguma a hipótese que meu pai morreu por erro humano, alias vou sim,  foi realmente erro humano,erro de não terem trocado os tais tubos pitot a muito tempo, erro de não terem feitos testes em situações extremas com as aeronaves , este foi o erro "humano" que matou 228 pessoas. Mas falando sobre cordas arrebentarem do lado mais fraco, eu deveria ser em quase todas as circunstancias o lado mais fraco nesta tragédia, primeiro porque  estou no lado das vitimas e não das empresas( que são o lado forte), segundo sou criança (não sou ouvida e sou ignorada),terceiro moro no Brasil,entre outros.Mas me sinto uma gigante se for para lutar, não é a idade nem o tamanho da conta bancaria de ninguém que vai me calar nem hoje nem no futuro.Talvez por ousadia da minha idade(ja me disseram isto) mas garanto que se tivesse 18, 28, 38, 58 anos pensaria da mesma forma  que penso agora e apenas teria mais autonomia para fazer as coisas, é claro.As vezes me sinto impotente diante de tudo, sabendo hoje de mais resgates me bateu uma tristeza,um sentimento que não sei explicar.E quando vejo que estão tentando colocar a culpa em pobres vitimas inocentes eu não suporto.Acho realmente que a Air France esta tentando fazer um bom trabalho, mas ao mesmo tempo sei que isso tudo poderia ter sido evitado.Então por favor, assumam seus erros e saiam desta tragédia como empresas dignas e não tentem culpar quem um dia lhes serviu e muito bem (falo dos pilotos), isto fará bem  também a nós familiares que queremos acreditar que vocês se importam realmente com as vitimas,e não estão apenas interessadas em salvar a imagem da empresa, garanto que se irem por este lado estarão fazendo a coisa certa.Errar todo mundo erra,eu já errei e vou errar muito ainda, minha mãe já errou, meu pai que morreu no voo errou (embora sempre procurasse fazer a coisa certa) todas as vitimas erraram na vida algum dia, não estou aqui dizendo que é proibido errar , o fato de estarmos vivos estamos sujeitos a erros e acertos,  e é bom errar para aprendermos a acertar .O que não podemos é não aprender nada com nossos erros ou tentar permanecer neles a vida inteira, é isto que aprendo em minha casa,nunca fui proibida de errar, mas sempre me cobram a aprender com os erros para acertar no futuro.

Ana Giulia

domingo, 22 de maio de 2011

Dois Anos!!

Tantas coisas acontecem na vida das pessoas em dois anos. A dois anos atrás eu estava morrendo de felicidades pois eu  iria ver  meu pai.Foram dias de felicidades antes de sua chegada (pela expectativa) e depois pelo encontro.esta felicidade durou até o dia do acidente, por que quando ele partiu foi com a promessa de voltar em outubro,mas quis o destino que ele ficasse no meio do caminho entre o Brasil e a Itália. Mas fiquei analisando o que acontece em dois anos, em dois anos um bebe começa a falar palavras engraçadas, a andar e fazer artes sozinho, em dois anos um cachorrinho  já é adulto,em dois anos de aula uma criança já esta alfabetizada,em dois anos se perde ou se ganha uma eleição muda-se um país,em dois anos vivemos 17.520 horas,1.051.200 minutos,63.072.000 segundos....Parece tanto,algumas pessoas vão dizer nossa passou tão rápido, outras vão falar
como demorou para passar, eu digo, em dois anos a minha vida mudou completamente, eu deixei de ter um pai, a minha família passou por poucas e boas, mudamos de casa,mudei de colégio conheci novas pessoas, chorei sorri brinquei,em dois anos eu aprendi a conhecer as pessoas eu aprendi a ama-las e a `"odiá-las" ao mesmo tempo. Sim porque tem pessoas que nos fazem ter orgulho de ser gente, outras nos fazem ter vergonha.Nesses dois anos eu cresci e fiquei pequenininha de novo,  nesses dois anos eu aprendi o que é decepção, o que é traição,eu aprendi o que é medo, eu aprendi  o que é desespero,mas também aprendi   muito sobre amizade, sobre companheirismo, aprendi o que é dignidade, aprendi que as vezes é melhor se prejudicar do que trair uma pessoa , principalmente quando a pessoa já não esta mais aqui pra se defender.
aprendi que na vida para cada duas pessoas ruins ou interesseras que cruzam nossos caminhos, encontramos três pessoas boas e livres de interesses próprios,aprendi que ajudar não significa se beneficiar, aprendi que depois de cair temos sempre que levantar, aprendi que se nossa vida esta ruim vai ter sempre alguem em uma situação pior,por isso por pior que seja a dor que estejamos sentindo não temos o direito de nos fazer de coitados nem de prejudicar ou machucar alguém, aprendi que muitos sentimentos passam, que pessoas vão e vem, que quase nada é eterno, e que só conseguimos guardar para sempre é o amor que temos dentro de nós, este nunca morre, nunca acaba, não diminui ele é eterno.Aprendi que enquanto estamos sofrendo com o que aconteceu tem pessoas que são capazes de fazer piada, tem pessoas que só pensam no dinheiro (como alguns advogados e as empresas envolvidas), mas também tem pessoas que ainda não conseguiram se levantar( e talvez nunca consigam) tem pessoas que lutam para esconder o sofrimento, outras ignoram para dizer que não sofrem (mentindo para si mesmas), outras ainda continuam se anulando como fizeram a vida inteira para manter a dignidade da família. Em dois anos eu aprendi o que é viver no céu e ir ao inferno em poucos dias, mas também aprendi que lutar não é um direito é obrigação, que ser digno é não é uma virtude é um dever, que ser amigo leal é o que devemos sempre ser. Em dois anos eu aprendi muitas coisas, e  tem umas  que nunca vou esquecer, uma delas é que meu pai mesmo não estando mais aqui vai viver para sempre dentro de mim.
Ana Giulia

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Um Dia Vai Amanhecer...

Falei a algumas semanas atrás que a espera seria difícil, mas não sabia eu o quanto difícil seria.
O que torna tudo ainda mais difícil é a angustia de saber agora que são em média de cinquenta corpos que tem para serem resgatados,isto significa que mais de cem não estão la. Mas estou tentando de todas as maneiras viver sem pensar nisso.
Sei que viver não é fácil mas tudo é muito mais difícil se vivermos o tempo todo perguntado os porquês da vida ao invés de seguirmos em frente. Existem coisas que por mais que nos façam sofrer não existe nada no mundo que possa mudar. Então não adianta ficar chorando o tempo todo por mais dura que seja a realidade, se esquecermos de viver e seguir em frente cada dia será pior que o outro.
Uma das coisas que aprendi com meu pai foi que por mais difícil que seja a situação  e por mais que estejamos tristes hoje, o dia seguinte vai ser melhor e não importa o quanto estamos tristes o dia sempre amanhece e a vida nunca para, as vezes a noite deito na minha cama e lembro  quando ele falou isto depois de um problema com o mano.
Bons dias  aqueles em que meus problemas se resumiam as minhas brigas com meu mano, hoje vejo que isso não era problema.
Problemas são famílias  terem que escolher entre pagar o aluguel ou comprar comida , velhinhos serem abandonados, pais de famílias perderem seus empregos, famílias devastadas pela droga, crianças na rua sem casa sem colégio, problema é perder um pai uma mãe um filho, alguém que amamos,problema é a agonia de uma doença sem esperança de melhora, problema pra mim é não saber se vou poder enterrar meu pai.Na frente destas coisas o resto fica tão pequeno. Acho que se nossa família conseguir passar por isso nada mais nos derrubara, e sei que vamos passar.As coisas não  estão fáceis mas mesmo assim vou levantar a cabeça  e vou buscar a vitória em minha vida, vou ser feliz e fazer quem esta perto de mim feliz, só assim sei que meu pai onde estiver estará feliz também.Não estou aqui dizendo que não vou mais chorar, isto é impossível, vou chorar sim sei que vou continuar sofrendo também e muito ainda, mas todos os dias vou levantar e ir ao colégio com um sorriso no rosto como sempre, vou para os treinos e me acabar na piscina e rir com meus colegas, vou estudar vou escrever vou ler muito e um dia vou ser menos triste por que por mais que estou sofrendo a vida não para, e um dia após o outro vai amanhecer, e em um destes dias vou ver que o sol voltou a brilhar limpinho lindo cheio de esperanças, neste dia, a dor desta tragédia estará enfim guardadinha no fundo do meu coração. Guardadinha,porque esquecida nunca....Se podes me ouvir papai, vou fazer hoje como  fazia quando estavas na Itália e eu no Brasil: Boa noite em pensamento!!
Ana Giulia

terça-feira, 17 de maio de 2011

DECEPÇÃO!!

Estou sem saber o que dizer, fiquei sabendo quando cheguei ao colégio
que a culpa era dos pilotos. A decepção tomou conta de mim, não por supostamente a culpa ser deles mas pela forma que foi divulgada.
Estou com vergonha de ser gente, isto tudo é muito sujo, verdade ou mentira,
mas o fato é que é vergonhoso a tamanha falta de respeito com todos.Com quem morreu
e com nós que estamos vivos.Estou sentada aqui no colégio e minha vontade é de chorar
sair correndo da sala, mas tenho que me conter, acho que agora entendo meu irmão, acho que agora sei
o porque  de tanta revolta. Ontem foi dito que os dados haviam sido lidos mas não passariam para ninguém
que iriam ser avaliados antes, e depois na calada da noite alguem que viu e ouviu portanto
alguem que estava la na hora da leitura( que nao eram muitas pessoas) fala para um jornal o conteúdo
do que viram e ouviram e tudo é publicado sem o menor cuidado com os familiares pricipalmente dos pilotos, penso nos filhos deles como devem estar tristes nesta hora.Não estou fazendo manha
mas é terrível saber que tudo esta sendo tratado desta maneira de uma forma suja  por algumas pessoas sem caráter,que combinam e não cumprem .Infelizmente aprendi mais uma lição para minha vida, e esta não é uma que me faça ter orgulho  de ser gente.
Esta difícil, mas de uma forma inesperada estou entendendo tantas coisas. Entendo a reação de minha mãe diante de tudo, a revolta do meu irmão que sempre disse que não ia dar em nada, entendo mais ainda o porque minha mãe desde o inicio nos preservou de tudo, inclusive até nos proibindo de falar sobre o assunto. Se o que este jornal fala é verdade ou mentira não sei .O que sei, é que hoje parece que envelheci mais dez anos, e eu só espero não sair disto tudo tão machucada
a ponto de me tornar tão insensível e desumana  quanto eles.
Ana Giulia

domingo, 15 de maio de 2011

Eu No Controle Da Minha Vida!!

Fico olhando para as pessoas que convivem comigo, no colégio no treino em casa e percebo que nunca as pessoas estão realmente bem.Hoje parece que virou mania viver correndo atrás de alguma coisa e não olhar para o que temos. As pessoas estão sempre querendo alguma coisa e esquecem de serem felizes com o que tem de concreto, não param pra imaginar o quanto realmente seriam verdadeiramente tristes sem o que já tem e acabam não dando valor. Só percebemos quanto valioso é o que temos ou quem temos (por que pra mim a felicidade só se baseia em pessoas) quando perdemos. Geralmente se corre atrás de "dinheiro" em todas as formas mas é o dinheiro que sempre esta atrás da correria e das angustias do dia a dia. Por exemplo: algumas pessoas dizem que serão felizes quando forem ao tal show (né meninas), tiverem o tal carro, outras quando tiverem a tal casa, outras quando tiverem feito aquela viagem,outras ainda quando puderem dar para seus filhos a condição financeira que querem, e assim vão vivendo numa corrida desenfreada em busca dos tais objetivos. Não sou louca sei que dinheiro é bom e fundamental para vivermos decentemente, mas o problema é que nunca se chega ao  "decentemente" quando se trata de dinheiro.Se tem mil se quer dois mil se consegue o dois mil já não interessa seria feliz se tivesse cinco consegue o cinco agora precisa ser dez para a felicidade e assim vai.
Esta loucura as vezes só chega ao fim quando vemos que o dinheiro não compra tudo e perdemos o motivo da corrida por ele, e este motivo as vezes  vem acompanhado de uma morte, de uma doença grave de alguma tragédia, dai vemos que corremos tanto atrás do dinheiro e esquecemos de viver momentos felizes com o que tínhamos ao lado de quem tanto precisamos para sermos felizes de verdade. Digo isso por que com a morte o meu pai vejo que muitas coisas mudou em casa.
Antes via minha mãe trabalhando para trocar o carro comprar outra casa( já tínhamos uma , mas não interessava queria outra ) hoje vejo que ela vive mais angustiada pelo que não fez pelos momentos que não viveu, pelas palavras que não disse e não nos deixou dizer,eu também as vezes sinto pelos breves momentos de conversa com meu pai via skype por que queria ir na casa de uma amiga, queria ir brincar. Hoje já não podemos mais fazer nada, o tempo não volta atrás, não posso mais dizer para meu pai que eu amo ele, mas dizer de verdade, e isto faz tanta falta, me lembro do dia que me despedi dele, se soubesse que  seria a ultima vez que o veria, o abraço teria sido mais demorado, o beijo mais carinhoso. Hoje eu percebo que devemos sempre querer mudar de vida sim , mas não podemos nunca esquecer ou deixarmos de ser felizes com o que temos, e principalmente com quem temos.Por que tenho certeza que dinheiro nem um no mundo vai apagar a falta que meu pai me faz, e a dor por não ter passado mais tempo com ele. Aprendi isto , e quero ter dinheiro sim, como todo mundo.Mas não vou nunca coloca-lo a frente de minha família de meus amigos e de minha verdadeira felicidade,
Na minha vida eu vou estar no controle e não o dinheiro!!
Ana Giulia, com a participação do meu tio Luiz Fernando!!

sexta-feira, 13 de maio de 2011

A Vida Sem "SE"!

Por que as pessoas tem o costume de complicar tudo??
É incrível como os adultos complicam as coisas na vida que poderiam ser bem simples.
Problemas causados e que consomem meses de noites mau dormidas, dias  mau vividos
por uma coisa que não precisava ser um problema.A maioria das coisas que causam problemas
ou confusões sérias na vida das pessoas, são causadas por questões que já tinham uma solução,
mas que muitas vezes as pessoas dão uma volta criam muitos problemas se machucam  muito
para chegar a uma solução que sempre esteve ali. Tudo seria tão mais simples se vocês soubessem
descomplicar a vida. Viver de uma maneira sem ilusões inatingiveis(acho que existe esta palavra,né?rsrs)
sem problemas criados por mentes ansiosas, e preocupações desnecessárias. Não estou aqui dizendo que problemas não existem, existem sim, e muitos, mas as vezes eles ficam maiores pela forma como são conduzidos.
O problema é que sempre se coloca o "SE" antes, SE não der certo, SE pensarem isto, SE não chegar, SE não gostar,SE não for, SE falar, e em nome deste "SE" criam- se muitos problemas .Nossas vidas  foi surpreendida por um acidente que não teve "SE" na frente, ele simplesmente aconteceu, é um fato, e contra isso não podemos fazer nada. Mas se as coisas fossem resolvidas sem os "SE", e simplesmente deixássemos as coisas acontecerem naturalmente, tenho certeza que muitos problemas já teriam sido resolvidos. O que não "SE" pode fazer é trazer meu pai de volta,  então não estou nem ai para os outros "SE" da vida. E acho que isto serve para muitas coisas, tirem os "SE", e descompliquem a vida. Sabe mãe, SE não tivesse acontecido o acidente, SE vocês  tivessem falado antes, SE tivesse feito,  SE tivesse evitado, CHEGA, DEIXA O SE e vamos viver, seguir em frente, não é o que sempre dizes??Seguir em frente.... Isto serve pra ti também....

domingo, 8 de maio de 2011

Homenagem as Mães!!

Queria ter palavras hoje para homenagear uma das  pessoas mais importantes
de nossas vidas, nossas mães.É difícil encontrar as palavras certas sem cairmos na mesmice de sempre que geralmente saem da boca pra fora para parecermos bonitinhos.Mas mães são seres soberanos,
são rainhas sem nunca terem possuído uma coroa, são Deusas sem nunca mesmo assim quererem
competir com Deus, são amigas as melhores que podemos encontrar  incondicionalmente,pois nos dão seu
amor e muitas e muitas vezes não o merecemos, são mártir por que muitas vezes dão ou anulam suas vidas por nós.
São crianças quando mesmo com todos os problemas do dia a dia param para brincar com nós,Elas vivem querendo nos ouvir, perguntar como foi o dia como foi a aula enfim... E nós ?? Quando nos preocupamos em pergunta para elas no final do dia
como foi o dia, o trabalho,a reunião, se conseguiu resolver o problema que estava incomodando?? Nós filhos ja nascemos  egoístas e egocêntricos em relação as nossas mães por natureza, a verdade é que não existe  no mundo pessoas mais dignas de confiança para seus filhos do que uma mãe.Mãe mas MÃE de verdade, não estas que abandonam seus filhos na lata de lixo, no meio da rua em banheiros,não as que colocam filhos no mundo sem condições de mante-los, porque uma gravidez inesperada é compreensivel mas duas três, quatro as vezes até dez? Isto não é ser mãe é ser progenitora,Existem vários tipos de mães, as mães avós, as mães crianças, as mães trabalhadoras (quase todas hoje) as mães solteiras,as mães "peruas"( brincadeirinha) as mães do coração (que geralmente não geraram na barriga por noves meses, mas na cabeça e no coração por muito mais tempo, talvez até anos.) enfim, a todos os tipos de mães  as que ja são e as que um dia serão deixo minha homenagem, as mães Angela , as mães Avelina, as mães Rosimeri,as mães Robelia, as mães Lúcia, as mães Conceição, as mães Lilian, as mães Andréia, as mães Júlia, as mães Graça,as mães Maria, as mães Cida, as mães Paula, as mães Ana, as mães Roberta  as mães Rose, as mães Jose, as mães Lurdes, as mães Jaqueline, as mães Ana Lúcia, as mães ....
.....Enfim, mães de todo o mundo  parabéns pelo amor incondicional que vocês  tem por seus filhos, e se nós filhos soubermos espalhar este amor que vocês tem por nós para outras pessoas ,talvez o mundo se torne um lugar melhor para se viver, por que amor de mãe não tem preço, não tem limite.Sei disso observando a minha  Mãe que por nós três(contando com meu tio, que ela cria como filho) é menina, é guerreira, é doce e suave mas se precisar se torna uma leoa, é compreensivel é amavel mas não mecham com seus filhos é brava na hora certa mas gentil a maior parte do tempo, é lutadora, é trabalhadora( um pouco demais mãe?).Enfim por esta mulher minha mãe  consegui enxergar em todas as outras, a grande dadiva deste ser um pouco divino que compartilha com Deus o amor incondicional.
A todas as mães um feliz dia, feliz semana,  feliz mês, feliz ano, pois vocês devem ser homenageadas todos os dias do ano e não apenas um.
Ana Giulia

terça-feira, 3 de maio de 2011

Ondas de Terror!!

Hoje vou falar sobre um acontecimento que  foi festejado por muitos, e até acho que muitas pessoas
estavam esperando por isso a muitos e muitos anos.Quando aconteceu o atentado as torres gemeas eu
era uma bebe de 1 ano e quatro meses, então é claro que não me lembro de nada.Mas cresci ouvindo falar
de Osama Bin Laden e deste atentado, que imagino traga muita dor para os familiares amigos ou para quem perdeu alguém neste atentado,por isso é difícil falar sobre isso,por que eu sei o que é querer justiça pela perda de alguém que amamos.
Estou falando isso porque vivo isto hoje, também quero justiça pelo que aconteceu com meu pai ,embora não tenha sido um ato de terrorismo.
Mas já falei em outros textos que quero justiça e não vingança. Me desculpem , mas acho que se realmente pegaram o Osama Bin Laden o mais correto não seria prender ele e fazer ele ser julgado, e condenado? Sei que devem estar pensando por que não foi comigo,mas a forma como foi feito as coisas foi muito estranha, um corpo que não apareceu, e já foi sepultado no mar?  Falaram que ele foi morto
com um tiro na cabeça, mas a foto que mostraram( e que agora estão dizendo que é falsa) parecia que ele tinha sido espancado, não  que ele não merecesse ser punido, deveria sim, e com toda a forca que fosse possível, Mas passando a euforia do momento e pensando com mais calma, não seria melhor ver que ele estava preso vivo e se sentindo humilhado?Eu  aprendi com minha mãe e minha vó que um erro nunca vai justificar o outro, e que se agirmos desta forma como foi feito as coisas, parece que estamos agindo da forma que acho que era na China ou em algum outro país  eu não me lembro agora, mas estamos voltando ao tempo do, olho por olho dente por dente, uma vez meu tio que é seminarista me contou uma história desta época do olho por olho dente por dente, e não achei legal, a moral da história era que se fizermos desta maneira  estamos agindo iguais a eles, aos que queremos punir.Se ele está morto acabou para ele, mas o terror vai continuar para nós,pois os países já se colocaram em alerta, se ele estivesse vivo ainda mas preso, eu acho que seria mais difícil de acontecer esta onda de terror que estão falando por ai que vira, pois eles seus seguidores que hoje são uma ameaça para todos os países, teriam mais medo de prejudicar ele ainda mais, já que estaria vivo e nas mãos dos americanos a quem tanto temem.Não sei, pode ser que eu esteja falando um monte de bobagem mas acho que este "louco" valia muito mais para humanidade vivo do que morto, onde agora ainda corremos o risco de ver ele sendo venerado como um grande mártir, como ouvi no jornal. Acho que para pessoas como eles a prisão é muito pior do que a morte, então neste caso acabaram fazendo um favor para o maior terrorista da terra. Por favor me corrijam se estou errada.
Ana Giulia