terça-feira, 6 de novembro de 2012

São Paulo E Suas Noites De Terror!!!

Oi pessoal, tenho estado meio ausente devido ao fim das aulas e preparação para a ultima competição do ano, já que fiquei tanto tempo longe das piscinas para voltar ao meu nível de  competição leva tempo e muuuito treino (condição que só voltarei a ter no próximo ano). Mas não posso deixar de falar sobre dois assuntos que vou escrever agora. Primeiro quero falar hoje  sobre a "guerra"que estamos vivendo na cidade de São Paulo. O que está acontecendo por lá??? Quem mora fora de São Paulo fica meio perdido sem entender o porque desta violência toda.
Temos a impressão que  é uma guerra , entre policia e bandidos, mas quem esta pagando o "pato" é a população que nada tem a ver com esta guerra entre estes dois lados.
Mas ao mesmo tempo fala-se em grupo de extermínio??? O que é grupo de extermínio?? Bom este nome é dado para um grupo de pessoas muitas das vezes formado por  policiais ou ex policiais que formam um grupo de pessoas e saem fazendo a "justiça"com suas próprias mãos!!! Eu não diria que o que eles fazem pode ser chamado realmente de justiça, porque muitas vezes matam muitos inocentes.
Mas na minha opinião estes grupos só existem porque não há uma ação efetiva do poder publico que deveria cuidar da segurança da sociedade. Muito me estranhou a reportagem do secretario de segurança de São Paulo quando indagado por um repórter sobre a oferta de ajuda federal nesta situação, o secretario de segurança de São Paulo disse que não precisava da intervenção de ajuda federal, para resolver o caso que estava sobre controle. Pergunto eu: como uma cidade em que esta havendo mortes todas as noites de seus policiais e familiares e da população em geral, onde não se pode mais andar na rua sobre pena de ser assassinado sem motivo algum, pode estar sobre controle a segurança?? Me desculpe senhor secretario, mas não, não há nada sobre controle em se tratando de segurança ai em São Paulo. Não é justo impor uma sociedade inteira a viver desta maneira em sobre saltos, dia após dias. Não é justo que a família dos policiais vivam com medo 24 horas por dia sem saber se vão ser atacados ou não. Não é justo os pais terem medo de deixar seus filhos saírem  irem para a faculdade por medo de eles serem a próxima vitima. Não é justo viver com medo o tempo todo. São Paulo é uma grande cidade, é o coração econômico e financeiro do Brasil, e merece um pouco mais de agilidade em se tratando de segurança. A impressão que tenho é que esta havendo ali entre o secretario e o governo de São Paulo um pouco de orgulho em solicitar ajuda do governo federal por ser da oposição, talvez não seja isto e eu esteja falando uma grande besteira, mas  acredito que uma media deveria ser tomado com urgência. Não da para ficar colocando a culpa nas fronteiras do pais, nem no Rio de Janeiro, o problema agora esta aí,  em São Paulo, e deve ser resolvido com a máxima urgência, é muito triste acordar e ver nos jornais que São Paulo teve mais uma noite de violência, ver que crianças foram mortas com balas perdidas dentro do carro de seus pais ,onde amigos não podem mais se encontrar em um bar no final da noite para se divertirem um pouco.   Onde esta a culpa agora é o que menos importa, o que importa agora é parar com esta violência absurda que esta acontecendo por ai.
E sejamos verdadeiros, se o problema fosse as fronteiras que não são devidamente fiscalizadas teríamos estes acontecimentos em outras regiões do Brasil, vocês não acham?? O problema é que se coloca interesses políticos em tudo, mas agora não  é hora de ver o que é melhor para o partido ou para o governador , é  hora de pensar nas pessoas nos cidadãos que não podem mais ter uma vida tranquila devido a tudo isto. Eu acredito que o interesse do povo tem que sempre estar acima dos interesses de partidos políticos. Por favor unam-se para resolverem este problema e parem de culpar os outros, isto não leva ninguém a lugar nenhum, por enquanto é com o cidadão comum, mas pensem, uma hora pode ser  com alguem do seus convívios, e do jeito que a coisa vai daqui a pouco só o exercito para resolver.

Ana Giulia

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Cotas É Legal!!!

Eu hoje queria falar sobre as eleições que estão se aproximando, mas primeiro neste momento preciso falar sobre uma  outra coisa. Um assunto que todo mundo fala, mas que me tira do sério é que muitos que falam não se informam direito e saem por ai dando opiniões sobre um assunto que não sabem ou fingem não saber. Vou falar sobre cotas!!!
As pessoas falam que cotas não é legal, que é inconstitucional, que é esmola que o governo  ofereceu para os negros em troca de votos, que pessoas brancas também devem ter direito se negro tem, que quem utiliza as cotas são incompetentes e que não gostariam de ser atendidos por um médico que foi cotista ou por um advogado que também tenha sido, que são a favor de cotas para pessoas menos favorecidas e não para raças, que cotas é descriminação e os negros querem cotas para se beneficiarem de um direito que eles  não tem,   entre outras coisas mais.
O que estas pessoas não falam, talvez por não saberem ou então por quererem esconder a verdade talvez aí sim, levadas pelo preconceito pela descriminação já muito normal aqui  no Brasil, o famoso racismo mascarado.  Mas voltando as cotas. Cotas não é só para negro, branco também tem direito a cotas. Isto é um fato.  Eu sou filha de uma mãe negra  com um pai Italiano (nascido na Itália sem miscigenação), me considero NEGRA. Mas eu não tenho direito as cotas, e sabem porque??? Pelo fato de eu sempre estudar em colégio particular, então que fique bem claro que cotas não é para todo negro, é para negro que estudem em colégio publico, assim como o branco que estuda em colégio publico também tem direito as cotas. Neste caso, ao meu ver deixa de ser uma questão racial e passa a ser uma questão socioeconômica.  Seria totalmente injusto como era a algum tempo atrás os alunos dos colégios particulares competirem em grau de igualdade com os alunos de escolas publicas, claro que temos escolas publicas de boa qualidade, mas a grande maioria não é, e todos sabemos disso.  Porém, neste caso as universidades publicas continuariam sendo frequentadas apenas pelos filhos de ricos que podiam pagar um estudo de  base de qualidade.  Não acho que cotas seja esmola, não admito que digam que é só para negro, sem explicar como realmente acontece o uso das cotas.  Cotas não é para reparar nada a não ser a desigualdade social que vivemos no Brasil hoje.  E claro que tenho que admitir que existem muitos mais negros em escolas publicas, acho que não seria nem isso a falar, mas muito menos negros em escolas particulares, fica melhor assim dizendo. Eu estudei a minha vida toda em colégio particular sou negra e não terei direito a cotas, um exemplo mais claro , meu irmão estudou em colégio particular e é negro como eu, nosso vizinho que é branco estudou em escola publica, os dois fizeram vestibular na mesma época, meu irmão NEGRO, não teve direito a cotas, meu vizinho BRANCO teve direito, isto é racismo??? Não, isto é igualar mesmo que de uma maneira "torta" quem sempre foi tratado de uma maneira desigual.  Portanto o contexto cotas hoje é uma maneira social  de dar as mesma condições para quem tem dinheiro e para quem não tem.   Acho que a educação publica tem que melhorar sim, e começar lá pelo começo nos primeiros anos escolares, mas  e quem já passou desta fase??? Continua no prejuízo??Isto seria justo??? Claro que não. Temos que ter as cotas hoje, arrumar a educação de base, e depois de algum tempo quando estas crianças que hoje passariam a ter uma melhor educação aí sim terminarmos e abolirmos de vez as cotas.  É muito fácil falar que é contra, difícil é analisar as coisas como elas realmente são.  A educação no Brasil tem que em primeiro lugar respeitar e valorizar o professor, este já seria um grande começo, mas o povo ao invés de valorizar o professor  o desrespeita e coloca a culpa da educação estar o caos que esta neles.
Acho que a educação de hoje é reflexo de anos e anos de uma educação desleixada onde o governo não queria cabeças pensantes para não ir contra as injustiças que cometiam.  O últimos governantes  podem não ter arrumado tudo, mas deram um grande passo, começaram. É claro que não da para arrumar em 8, 10 ou 15  anos  o que vinha sendo negligenciado  a séculos, mas o primeiro passo foi dado, cabe a nós agora exigirmos que as coisas melhorem, e não é criticando professor que muitas vezes é tão vitima quanto o estudante ou até mais, mas exigindo que além de cotas comece a mudança na educação de base. Aí sim poderemos dentro de uns 20 anos sermos contra as cotas, seja para negros ou para brancos.

Ana Giulia

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Toda História Tem Dois Lados...

Mais uma vez eu venho aqui falar como o ser humano é um ser inacreditável.As pessoas hoje se deixam levar por qualquer coisa, o mais incrível é que todo mundo quer justiça, quer liberdade de expressão, mas só para si ou para quem elege como dono da verdade. Quem deveria ser uma vitima, algumas vezes são  massacrados como  doentes mentais ,ou como profissionais despreparados e que deveriam ser desligados de seu local de trabalho. As pessoas tem o péssimo costume de ouvir  apenas um lado da história, e julgam o outro como se Deuses fossem. Antes de julgar e condenar qualquer pessoa, deveríamos ao menos ter o bom senso de ouvir os dois lados da história, e como já falei em outros textos, toda história tem sempre três lados , o meu , o seu  e o verdadeiro. Cabe a nós sempre analisarmos e ouvirmos os dois lados para tirarmos conclusões e darmos razão para quem realmente a tem.  Todos temos o direito de falarmos o que quisermos sim, e acho que este direito nunca deveria ser tirado de ninguém em hipótese alguma , mas se temos o direito de falarmos temos o dever de ouvir também. Não podemos só querer criticar, temos que aceitar as criticas também. Mas mais uma vez eu digo que, liberdade de expressão não nos da o direito de acabarmos com a vida pessoal ou profissional de ninguém. Tudo o que escrevemos principalmente em redes sociais, blogs ou coisas do gênero deve ser feito com muita responsabilidade, porque muitas vidas podem ser desgraçadas por uma postagem. E antes de passarmos para frente o que lemos, e as vezes lemos em vários meios de comunicação ditos como "sérios" nem sempre condiz com a verdade. vamos analisar o contexto da história por nós mesmos, se coloquem no lugar do outro antes de criticar ou de falar mal. A vida as vezes nos prega cada peça, quem deveriam estar unidos estão  brigando entre si. Esquecem que estão todos no mesmo barco. Está na hora de parar de medir força e unirem-se para o bem comum!!!

Ana Giulia

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

A Educação No Brasil....

Eu hoje quero falar sobre a educação no Brasil. A educação em meu país infelizmente é muito precária. Alguns professores ganham como salários um valor tão baixo que a maioria de nossos pais não aceitariam tal trabalho nem que lhe oferecessem o triplo. Além disso, muitas verbas que deveriam ir para a educação é desviada no meio do caminho para outros "bolsos". Além de tudo isso não podemos negar que também existem muitos professores despreparados, que não deveriam estar em uma sala de aula. Mas digo também, que bem mais do que professores existem alunos mau educados que não respeitam o professor os funcionários alias não respeitam nem seus pais , e isto tudo termina  num caos total. Mas eu acredito muito mais nos bons professores que saem de suas casas muitas vezes desmotivados sim, porque para fazer um bom trabalho é preciso estar motivado para isso, e não existe motivação quando se sabe que no final do mês o salário mal vai dar para pagar as contas, ( quando conseguem pagar), chegar em seu local de trabalho que é o colégio, e se deparar com um ambiente totalmente sem estrutura para que seu trabalho seja desempenhado com eficiência e prazer, além de encontrar também alguns alunos que estão ali somente para marcar presença sem a menor intenção de aprender. Estes professores são para mim na verdade um exemplo de persistência . Falo mais dos professores de escolas publicas que enfrentam todos os tipos de dificuldades para passarem um pouco de conhecimento didático para seus alunos. Agora por favor, quem diz que professor também tem que educar, eu preciso discordar . A educação vem de casa, quem educa é a família. Ao professor cabe ensinar e educar o intelecto, a parte didática o conhecimento cientifico e no máximo exigir disciplina. Mas  certo ou errado, caráter, respeito ao outro, quem tem que passar são os pais. Até mesmo porque se um professor hoje no Brasil falar mais alto com um aluno corre o risco de ser agredido pelo próprio aluno ou por seus pais que não admitirão que seus filhos sejam expostos de tal maneira, então como educar sem ter  poder para isso?? Se chamar a atenção de forma mais enérgica já é motivo para uma grande confusão??? Nossos professores precisam é de respeito, respeito dos pais, dos alunos e principalmente dos políticos que deveriam no minimo dar condições de trabalhos mais dignas para quem nos prepara para assumirmos o futuro do Brasil, se querem que os professores eduquem dêem a eles poder para tal. É o que eu penso, e aqui meu ponto de vista não poderá ser apagado, afinal este é um espaço realmente democrático.


Ana Giulia



terça-feira, 4 de setembro de 2012

Mensalão, O Que Dizer ?!!?

O que dizer do momento que estamos vivendo em nosso Brasil???
Estamos as vésperas de eleições, e o povo me parece meio apático diante disso,
vejo algumas campanhas mas a impressão é que o povo não está muito ligado a isso,
e o meu medo é que com esta atitude na hora de votar as pessoas  ajam da mesma maneira, sem grande interesse. Outro momento importante é o julgamento do mensalão, confesso que não sei muito o que realmente aconteceu, e já conversei com algumas pessoas mas que na verdade não esclareceram  muito,
algumas defendem o julgamento e dizem que todos deveriam ser punidos, outros dizem que tudo não passou de uma grande armação. Eu cheguei a minha própria conclusão, armação total não foi, este erro realmente aconteceu, os verdadeiros culpados ainda não me está muito claro, mas sei que tinha gente grande envolvida no esquema. Mas uma coisa é inegável, erros todos os governos cometeram, e no caso do mensalão não foi diferente, não da pra tapar o sol com a peneira, se erraram devem pagar por isso.
É uma situação vergonhosa esta, mas ao mesmo tempo vejo como um avanço, porque no Brasil muitas coisas erradas foram feitas por vários governos ( e nunca ninguém foi penalizado), e só agora vemos pessoas sendo responsabilizadas e respondendo por seu erros (podendo até serem presas). Isto é um avanço, é sinal de mudanças. Sinal de que estamos no caminho certo, que tem pessoas que não vão mais aceitar os desmandos de cabeça baixa. Só não gostaria que isto fosse feito como punição a um partido ou a um político, o Brasil é muito mais que um partido ou que um político, o Brasil somos todos nós Brasileiros que amamos o nosso pais e queremos vê-lo crescer cada vez mais. Não podemos negar que mesmo diante da vergonha do mensalão o Brasil mudou e muito pra melhor nos últimos anos, e esta mudança não pode ser ignorada, por um erro que alguns poucos cometeram.
Erro este que esta sendo corrigido e punindo os responsáveis. O Brasil realmente mudou , a democracia realmente chegou aqui, em sua plenitude, vamos exerce-la e continuarmos a cobrar  que dentro do quadro político ajam-se com honestidade , independente de partido político quem errou deve ser punido, mas vamos também dar os créditos a quem fez e faz um bom trabalho. O Brasil está crescendo
e mudando , e mudando pra melhor, devemos isso aos últimos governos que mesmo sendo penalizados
permitiram que a verdade seja dita e exposta. Sinal de novos tempos de que realmente pessoas de valor estão no poder, e que independente de qualquer coisa querem um BRASIL melhor!!!

Ana Giulia

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Brasil!!

As eleições estão chegando, e como eu ainda não posso votar, vou fazer a minha parte
Queria que cada brasileiro fizesse valer nestas eleições todo o poder que tem nas mãos, e usassem este poder  para varrer do Brasil os políticos corruptos. É claro que existem exceções, e temos aqui muitos políticos sérios, por isso mesmo todos que podem votar devem avaliar bem pois as vantagens que muitos oferecem no momento, pode ser o passaporte para 4 anos de miséria e angustia. Votem com responsabilidade pois uma fruta podre estraga todas as outras!!!
Pessoal este espaço agora vai ter uma função muito importante, vamos aqui mostrar a entrevista que farei com os candidatos a prefeito de todo o Brasil, vou correr o meu país inteiro vendo as melhores propostas dos candidatos e assim ajudar o povo brasileiro a ver o que é melhor para sua cidade. Neste espaço vamos debater colocar nossos ponto de vista e guardarmos as propostas para depois podermos cobrar. O nome de nosso programa vai ser "QUERO SABER". Aguardem que novidades vem por ai.


Ana Giulia


                                                   

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Nossas Armas.....

Hoje eu não vou escrever muito, eu estou recolocando meus pensamentos em ordem.
Como diz minha mãe, estou me reajustando dos pequenos terremotos que eu tenho causado, dentro de mim mesma rsrsrs. É tão difícil olhar para o mundo ver que esta tudo errado e que nada podemos fazer, ou quase nada. Podemos gritar, ir para as ruas, exigirmos mudanças, melhorias, nos rebelarmos de alguma forma. Mas a forma mais eficaz está nas mãos de quem pode votar este ano. Se quem tiver a arma do voto na mão e souber votar com responsabilidade podemos começar a mudar a nossas cidades, e assim, aos poucos, as coisas vão melhorando. Por isso eu peço na hora de votar, votem com responsabilidade por todos nós que ainda não podemos ir as urnas, façam valer o poder que o povo tem.
Vou deixar abaixo um video que eu mesma fiz, sei que não está bom, mas foi meu primeiro video que postei no youtube, prometo melhorar.


Ana Giulia



terça-feira, 17 de julho de 2012

Falar E Fazer....

Eu tenho tentado me fazer de forte por muito tempo, mas hoje particularmente eu estou muito mal.
Me sinto muito só e sem saber que caminho seguir. Queria que a vida me desse um tempo pra poder avaliar de verdade tudo o que vivi até hoje, mas sei que este tempo não existe, a vida não para independente de como me sinto, tudo segue. Sinto falta de muitas coisas, mas é estranho sentir falta daquilo que não se viveu, sentir falta do que poderia ter vivido, saudade do que poderia ter sido a vida.Pensei que a vida hoje estaria mais fácil do que o ano passado, mas não esta. A saudade e o sentimento de angustia ainda estão aqui ,e a impressão que tenho é que nunca vai acabar.Tive uma relação que não foi definida e nem foi concluída com meu pai, muitas coisas aconteceram, e muitas coisas nunca vão ser respondidas e isto é o que mais me angustia. Não tive tempo suficiente para viver o que queria, e agora só me resta chorar, chorar a noite em meu quarto.Estou cansada, decepcionada com a vida, com as pessoas e comigo mesma. Sei que amanhã pela manhã esta revolta vai estar mais calma e que a vida vai seguir como nos dias anteriores, nada é eterno e eu vou rir como todos os dias ,
como se nada tivesse acontecendo. Sei que chorar não adianta e nem vai mudar nada, que o que eu tenho que fazer é ir adiante com a cabeça erguida e tentar ser feliz, mas falar é bem mais fácil do que fazer.....


Ana Giulia



segunda-feira, 16 de julho de 2012

Verdade Ou Mentira???

Eu não quero fazer o papel de advogado do diabo, mas preciso falar sobre uma coisa que esta me incomodando e muito. Esta havendo um fato curioso aqui onde moro, um escândalo religioso. Sei que muitas coisas acontecem e que são verdadeiras, mas antes de condenar qualquer pessoa temos que ter certeza dos fatos. Nós seres humanos somos engraçados, somos capazes de acabar com a vida de pessoas com base em boatos e fofocas. Não estou aqui dizendo que o fato aqui seja uma mentira, mas antes de condenar temos que ter certeza da verdade, ouvirmos os dois lados da história e nos basearmos por provas concretas. Muitas vezes injustiças acontecem por que damos muito ouvido a conversa fiada. É engraçado como que  com  a mesma força que endeusamos uma pessoa, somos capas de um dia para o outro a tornarmos num nada. Sera que isto é certo?? Sera que estamos sempre acima do bem e do mal e podemos condenar o outro como se fosse o único errado da história??? Sera que se nos colocássemos no lugar do outro não gostaríamos que tivessem um pouco de compaixão conosco?? Antes de julgar os outros olhemos para nós, para nossa vida . Muitas vezes fatos como este acontecem por culpa da própria sociedade, por julgarem pessoas pela aparência e pelo cargo que ocupam, Se antes de olharmos para o cargo para a posição social para a cor das pessoas, tentássemos olhar para o individuo como um ser humano capas de erros e acertos, talvez enxergássemos melhor a alma das pessoas, e com certeza tantas coisas não demorariam 20 ou 30 anos para serem reveladas. Se um fato como pedofilia acontece a 20 ou 30 anos dentro de uma instituição como uma igreja, eu me recuso a acreditar que nunca seus superiores ou as pessoas ligada a igreja comoi alguns fiéis,  tenham tomado conhecimento destes fatos. Sejamos verdadeiros, neste caso o religioso é culpado sim, mas tem muito mais gente culpada nesta história também, culpado por omissão,
por taparem o sol com a peneira, e culpado por deixarem crianças e jovens a margem de uma mente doentia apenas para manter o bom nome da instituição.

Ana Giulia,

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Hoje eu quero...

Hoje eu quero... hoje eu quero deixar de lado as coisas que me fazem chorar, esquecer o que me machucou. Hoje eu quero apagar os momentos ruins que insistem em me vir a cabeça a toda hora. Hoje eu quero .... hoje eu quero lembrar dos bons momento que vivi com quem já se foi,  lembrar da beleza da lua cheia em noite de céu estrelado, hoje eu quero ver as ondas quebrando na praia mostrando que a vida é um vai e volta,hoje eu quero ler um livro bom e ouvir uma musica.... hoje eu quero lembrar dos amigos sinceros, hoje eu quero ver o sorriso de minha vó quando nos vê felizes, hoje eu quero reviver tudo de bom que eu vivi até hoje. Hoje eu quero..., hoje eu quero ser feliz e fazer quem esta perto de mim feliz, hoje eu quero chorar de felicidade pular de alegria sorrir sem medo. Hoje eu quero... Hoje eu quero esquecer o passado viver o presente e preparar o futuro, hoje eu quero...hoje eu quero brincar com os amigos conhecer novas pessoas desculpar e ser desculpada. Hoje eu quero.... quero sentir o frio gostoso do sul, a alegria contagiante do Rio  no sudeste, e conhecer o norte e o nordeste.... hoje eu quero.... hoje eu quero redescobrir o meu país, hoje eu quero simplesmente  viver e ser feliz....


Ana Giulia



sábado, 7 de julho de 2012

O Que Dizer !??!

Para mim tudo chegou ao fim, finalmente a conclusão veio, apesar de não vir nada de novo, mas não posso esperar mais nada de tudo o que aconteceu. A impressão que tenho é que estou desistindo, mas ao mesmo tempo desistindo do que??? Nada vai mudar o que aconteceu, a tragédia já houve, e ficar buscando culpados pra que??? Só queria ter  ter certeza que isto não vai acontecer mais. Um amigo de Portugal que também é piloto ja havia dito em varias ocasiões que tudo aconteceu por problemas de inabilidades dos pilotos, e foi esta a conclusão que o BEA também chegou. Mas eu ainda acho que o problema foi técnico e maior que isto, e mesmo que eles não estivessem habilitados para pilotar em tais condições a culpa ainda assim seria da empresa e não deles, é a mesma coisa que minha mãe dar a chave do carro pro meu mano que sabe dirigir ( mas não tem experiência ainda) e mandar ele pegar a estrada de  Santa Catarina para São Paulo, ela estaria colocando a vida dos ocupantes do carro em sério risco, porque falta ali habilidade para resolver situações adversas que podem acontecer na  viagem, a maior responsabilidade ali seria dela e não dele. Mas agora finalmente preciso deixar isto pra lá, preciso seguir em frente olhar para o meu futuro. As coisas estão tão complicadas. Queria sinceramente poder esquecer tudo, mas todos os dias eu lembro, em algum momento do dia eu sempre lembro. Hoje sou capas de ficar horas e horas olhando pro mar, e sei que sempre vai ser assim, o mar vai ser sempre uma mistura de amor e ódio. Amor por quem ele guarda, e ódio por que ele  me tirou. Mas a vida segue e eu preciso seguir também. Hoje está difícil, mas eu sei que vai passar, acredito em mim , na minha mãe, na minha família e tudo vai ficar bem, eu sei que vai, é questão de tempo. O tempo cura tudo, se não cura mas pelo menos diminui a dor....

Ana Giulia








quinta-feira, 5 de julho de 2012

Acreditar....


Eu vou sempre acreditar que sou capaz de levantar uma vez mais. Mas confesso que as vezes a vontade que da é de desistir de tudo, nunca se sabe onde o caminho vai dar, e quantas vezes ainda vou cair até chegar ao fim, e ai eu me pergunto: fim do que??? Nada nunca chega ao fim, estamos sempre a procura de alguma coisa, a vida vai sempre nos levando para algum lugar,ou nós vamos sempre seguindo algum objetivo. É tão difícil seguir em frente as vezes, mas eu sei que é preciso, que não importa como estamos nos sentindo, devemos sempre por um sorriso no rosto e uma leveza na alma e seguirmos, dias ruins são necessários para podermos dar valor as coisas boas da vida. A saudade dos bons momentos que vivemos com alguem que amamos e não temos mais não pode ser motivo para nos tornarmos pessoas amargas e vazias, a vida é um ciclo e as vezes parece que foi interrompido bruscamente, mas mesmo assim devemos continuar, eu sempre vou acreditar nisso . Hoje  parece que a  cada dia que passa os dias estão ficando mais cinzentos sem cor, mas eu sei que esta falta de cor esta vindo de dentro de minha alma, que esta se sentindo vazia, a impressão que tenho é que estou passando por um novo ajuste de terra como num terremoto. Mas daqui a pouco vai amanhecer e eu vou seguir mais forte e segura. De uma única coisa eu tenho certeza, que não importa quantas tombos eu leve e muito menos o tamanho da minha dor, eu vou sempre seguir , levantar e cumprir todas as promessas que eu me fiz....


Ana Giulia




                                               

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Três Anos...

O mês de maio foi particularmente difícil para mim.Lembranças que teimam vir a cabeça e que não dão sossego. Tentativas de fazer de conta que estava tudo bem, e me dei conta que estava mais uma vez tentando esconder para mim mesma o que estava sentindo. Não acho que seja legal mexer mais uma vez na ferida, afinal agora tenho certeza que ela ainda não cicatrizou. Mas simplesmente não posso aceitar colocar culpa em quem não pode mais se defender isto me da nojo. A esta hora o terror  já havia acontecido, acho que esta angustia que estou sentindo agora é natural, acho que por toda minha vida  neste dia vou sentir o que sinto agora,só o tempo dirá, mas o que sei é que hoje simplesmente preciso me calar, minha mente chora, o choro neste momento me é inevitável, talvez um dia seja só uma lembrança mas hoje ainda me traz dor...

Ana Giulia

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Eu, E O Medo De Tentar...

A indecisão de que caminho tomar as vezes mexe com a vida da gente.
Tudo seria tão bom se tivéssemos uma varinha de condão que nos dissesse
que caminho seguir. Mas viver é isso mesmo, é  seguir sem saber onde o caminho vai dar.
Talvez esteja ai a grande graça de viver. Sim, porque se soubéssemos sempre o que iria acontecer a vida não teria graça. Claro que em algumas situações seria maravilhoso se pudéssemos ver na frente, como no caso de um acidente, neste caso poderíamos evitar que acontecesse. Mas a vida não é assim, por mais que me doa chegar a esta conclusão sei que a vida tem que ser sempre uma caixa de surpresa, e surpresas nem sempre boas. Podemos e devemos tentar seguir sempre o caminho do bem, das coisas certas, apesar de isto não ser passaporte para termos uma vida tranquila e boa. Mas é passaporte para pelo menos termos a consciência tranquila. Hoje estou numa indecisão, não sei pra que lado ir, que caminho seguir, mas sei que seja o que for a decisão foi minha e que nunca vou poder culpar ninguém por minhas  decisões. É tão difícil ter que tomar decisões que implicam na nossa vida de uma maneira meio que definitiva, mas ao mesmo tempo sei que nada na vida além da morte é definitivo. Sei que se não der certo, sempre da pra recomeçar. Mas é engraçado como vivemos como se o que fizéssemos fosse irreversível,e esquecemos  afinal que  tudo sempre da pra mudar e pra  recomeçar . Eu sempre falo isto e estava me esquecendo, precisei vir aqui escrever pra me lembrar que se não der certo eu pelo menos tentei, e posso recomeçar .A vida é assim, um eterno recomeço.Sei que vou ter muitas vezes que recomeçar que nem sempre vou tomar as decisões certas, que vou errar e cair muitas vezes, mas sei também que a cada erro a cada queda e a cada recomeço vou estar mais forte e mais segura pra seguir em frente, e o que não posso é desistir por medo de tentar,  o sucesso e a vitória vem sempre depois de muitas tentativas e muitos recomeço...

Ana Giulia

quinta-feira, 29 de março de 2012

Hoje Eu Sei... Ou Não Sei ?!!?

A vida sempre segue em frente, de um jeito ou de outro a vida sempre segue.A três anos atrás hoje eu estava muito feliz.A quase cinco meses atrás,
o Brasil foi pego de surpresa pela noticia de que o presidente Lula estava com câncer. A cinco meses atrás eu estava morando em SC, terminando um tratamento de saúde e havia feito um teste para uma novela que eu nem sabia ainda qual era. A cinco meses atrás eu era mais adulta do que sou hoje, eu era mais exigente comigo do que sou hoje, eu não me permitia errar, eu conseguia entender e aceitar o erro dos outro mas não tinha a mesma paciência comigo mesma. Eu mudei, comecei a agir e pensar de uma maneira menos exigente comigo, passei a sentir mais vontade de viver de uma maneira menos "certinha" e mais descompromissada. Hoje o presidente Lula que a cinco meses foi diagnosticado com câncer hoje esta curado, a cinco meses o choro na casa dele e na de milhares de brasileiros que  era de tristeza e medo, hoje o choro é de alegria e alivio . Hoje eu estou novamente no Rio de Janeiro, estou fazendo uma participação em uma novela de grande audiência, sou coadjuvante nesta estória, hoje eu também estou curada, ou pelo menos com a doença sobre controle. Hoje eu sou coadjuvante na ficção,  coadjuvante de uma triste história, que está emocionando milhares de brasileiros. E como coadjuvante na ficção, percebo como é comum aceitarmos ser coadjuvantes na vida real também. Hoje eu sei mais do que sabia a cinco meses, hoje eu quero mais coisas do que queria a cinco meses, hoje talvez eu chore menos do que chorava a cinco meses, hoje eu tenho menos raiva dentro de mim do que tinha a cinco meses, mas hoje eu tenho mais magoa do que tinha  a cinco meses, hoje eu me pergunto o que é melhor sentir raiva, ou sentir magoa??? Hoje eu não tenho a resposta, hoje eu acho que nunca saberei a resposta, hoje eu sei que o atlântico virá a minha cabeça toda vez que estiver frente ao mar, hoje eu sei que sempre que olhar para o mar vou pensar em encontra-lo, hoje eu sei que encontra-lo é impossível. Hoje eu sei que a cinco meses atrás, o que estou vivendo  hoje, era um sonho. Hoje eu sei que daqui a cinco meses meu sonho será maior ainda. Hoje eu estou melancólica e triste, hoje é dia 28, e faz 3 anos que senti uma felicidade enorme, e depois vivi o maior pesadelo de minha vida. Hoje eu sei que a vida é valiosa de mais para ser desperdiçada. Hoje eu tenho medo de sentir felicidade. Hoje eu não sei como me sinto. Hoje eu sei que quero ser feliz, mas será que SER FELIZ É POSSÍVEL???

Ana Giulia

quinta-feira, 15 de março de 2012

Minha Vida, Minha História...

Na vida nem tudo o que importa é a competência. No mundo de hoje vemos que ter conhecimentos e contatos faz parte do sucesso profissional. A vida esta virando uma grande rede de contatos.  É claro que existe lugar para o profissional, para o bom profissional, mas não adianta só ser bom naquilo que se faz, temos que ter contatos também, porque até para mostrar que se é bom, temos que ter oportunidades, e as vezes elas só aparecem quando somos  indicados por alguém, para podermos mostrar. A vida social hoje é tão importante quanto estar bem preparado. Muitas pessoas não entendem isto ainda, e acham que apenas se preparar tecnicamente é importante, mas eu já entendi que não. Não acho legal o puxa saco,aquele tipo de gente  que sobe na vida se aproximando de pessoas que podem lhe ajudar, e ficam ali bajulando, as vezes até não gostando do bajulado. Mas vejo principalmente no meio artístico isto acontecendo o tempo todo. Acho que uma boa relação com as pessoas é legal sim, esta é a importância de bons contatos. Mas fazer o papel ridículo de ficar bajulando alguem que muitas vezes nem merecem que se olhe, só para se dar bem, isto para mim já é demais. As pessoas tem que entender que ter bons contatos, não é o mesmo que ser puxa saco. O puxa saco quase sempre faz papel ridículo, e nunca vai passar disso. Alguns até se dão bem, porque sempre tem aqueles que gostam de serem bajulados demasiadamente. Mas minha preocupação é: uma pessoa que vive desta maneira, bajulando os outros para se dar bem, na verdade não se respeita, não tem amor próprio, ou tem uma forma muito diferente de ver o mundo. Mas um dia sei que  pessoas que vivem assim,um dia vão olhar  para trás e vão ver que não valeu a pena, é  como se vivessem a vida inteira como coadjuvante de sua própria história, colocando alguem como protagonista o tempo todo. Eu, na minha vida posso ser coadjuvante hoje, na ficção, por um ou dois papeis no máximo, porque até na ficção não quero viver o tempo todo como coadjuvante, quero ser protagonista também um dia. Mas na minha vida real, na minha história de vida, nunca serei coadjuvante, serei sempre a protagonista da minha vida, serei sempre Eu, agradando  e desagradando a muitos, MAS SEREI SEMPRE EU!!!

Ana Giulia

terça-feira, 6 de março de 2012

Mudanças!!!

Oi amigos, para quem esta acostumado a ler e me fazer uma visita sempre, com certeza percebeu que houve algumas mudanças no blog. Hoje eu entendo que precisamos levar a vida em frente como eu mesma já falei em outros  textos aqui, e por isso resolvi mudar. As vezes ficar presa a lembranças tristes só machuca mais ainda, por isso mudei, precisamos mudar para podermos crescer e superar.
Nem sempre queremos as mudanças, mas as vezes elas são necessárias. Meu blog mudou o título mas continua com a mesma essência e o mesmo objetivo. Mas percebo que preciso partir para uma outra etapa de minha vida, a etapa da superação, a ferida ainda está aqui dentro e se eu não fizer esta mudança agora ela nunca vai cicatrizar. Sei  que nunca vou esquecer, mas está mais do que na hora de crescer de verdade, fazer algo que ajude alguém  de verdade, e parar de ter pena de mim mesma. Hoje estou na fase de crescer de amadurecer e de aprender. Aprender a viver com minha nova realidade, aprender a olhar para o mundo e ver que todos tem problemas e que a humanidade precisa pensar mais no outro e menos em si próprio e que não basta saber disso, temos que fazer algo . Aprender que dias ruins existem, mas os dias bons também existem e que ninguém vem ao mundo para ser o tempo todo feliz ou triste, que esta é uma condição da vida, hoje estamos bem e felizes e amanhã podemos estar triste. E que isto é necessário para que possamos dizer que somos gente, seres humanos. Enfim, mudei porque as mudanças nos renovam e nos dão uma capacidade maior de entender a vida e os problemas. Se nada mudar, a vida acaba ficando muito chata e sem graça, por isso mesmo que as mudanças, se num primeiro momento não nos deixam felizes, com o tempo vamos perceber que foi bom mudar. Senão bom, pelo menos  necessário, necessário para recomeçar de verdade. Hei você, você  que esta ai precisando mudar e tem medo de mudanças, mude, mude e se  renove, verás que a vida é sempre uma surpresa, hoje boa e amanhã nem tanto, mas a vida é um presente que DEUS nos deu, portanto viva mude quantas vezes quiser e for necessário, e sejas feliz,  que no fundo é a única coisa que todo mundo quer, ser feliz. Mas não esqueçamos que para ser feliz de verdade precisamos também fazer pessoas felizes!!!

Ana Giulia

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Tratar Todos Iguais?!!?

Estou com vontade de escrever hoje sobre como falar é fácil. Na vida fala-se muito sobre tratar todos iguais não fazer diferenças, que todos são iguais,  falamos isso, mas não nos  comportamos desta maneira. É fácil cobrar dos outros, mas se cobramos qualquer tipo de comportamento de alguém o mínimo que podemos fazer é agirmos com coerência com o que falamos. Como podemos querer que as pessoas se comportem de uma maneira se fazemos o contrario o tempo todo??? Mas é isso que vejo, vejo pessoas cobrando um comportamento de igualdade dizendo que  todos somos  iguais, mas as diferenças estão ali visíveis
para quem quiser ver. Po que é que as pessoas se acham melhores que os outros, ditando regras e comportamentos que elas mesmas não seguem??? Está mais do que na hora de pararmos de agir com hipocrisia e colocarmos nossas mãos na conciencia. Todos somos iguais sim, mas em qualquer lugar do mundo as pessoas são tratadas pelo grau de "importância" que tem  , como se uma pessoa pudesse ser mais importante que a outra. Estou vendo mais do que nunca que o mundo é cheio de hipocrisia e meias verdades, mais do que nunca estou vendo que mesmo querendo é impossível mudar o mundo a maneira das pessoas pensarem, hoje sei mais do que nunca que as pessoas  são valorizadas pelo que elas significam em $$$.  é sempre aquela velha história de que o dinheiro é que move o mundo, eu diria mais ainda, o dinheiro é que está dominando as pessoas ao invés das pessoas dominarem o dinheiro. O dinheiro deveria ser uma forma de ajudar as pessoas, e não uma maneira de escraviza-las.
Todos devemos parar para pensar e  analisarmos como tratamos os outros, mas de verdade, será que não temos mais cuidados com quem  representa mais dinheiro?? Realmente tratamos todos iguais??? Eu quero na minha vida tratar todos, ricos ou pobres, negros ou brancos, héteros ou gays,
homens ou mulheres, enfim, quero conseguir tratar a todos de maneira justa e em grau de igualdade. Não quero fazer as pessoas valerem mais   pelo que representam em dinheiro ou em poder.

Ana Giulia

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Um Ano!!!


Hoje está fazendo um ano que comecei a postar meus textos neste blog. Foi um ano de muitas alegrias e gratas surpresas. Fiz muitos amigos, e não poderia deixar que o dia de hoje passasse em branco. Tenho muito a agradecer a cada pessoa que neste ano entrou no meu blog, que deixou um comentário, que compartilhou comigo um pouquinho de minha vida. Cada um de vocês que lêem o que escrevo são muito importante, e de uma maneira muito gratificante são parte de minha história. Foi escrevendo neste blog que consegui superar uma fase muito difícil e doida que por força do destino tive que passar e aprender a conviver e superar. Agradeço a todos. Até mesmo as pessoas que entram aqui lêem o que escrevo, e falam coisas, me criticando. Até mesmo estas pessoas eu agradeço, pois isto me da cada vez mais força para continuar minha luta, transformar minha vida e vencer, vencer em todos os sentidos. Este ano quero escrever mais e combater mais as injustiças que ver. Garanto a todos que não vou ter piedade em escrever contra políticos a moradores de rua criticando ou parabenizando. Não sou perfeita e nem tenho esta pretensão,tenho muitos defeitos, mas sou da opinião que todos tem que tentar melhorar a cada dia, e é isso que faço em minha vida, tento crescer e aprender cada dia mais. Obrigada a todos e fiquem com Deus e que este ano que vai começar pra valer a partir de quarta feira(quando termina o carnaval no Brasil), seja um ano de grande sucesso e realizações para todos.
Deixo dois vídeos, um em português e outro em inglês a mesma musica em idiomas diferentes, mas um só significado, o significado de que o Mundo precisa de que nós todos nos juntemos para fazermos um mundo melhor. Ou seja, o futuro depende do presente, do hoje do agora!!!

                                      

     



Ana Giulia

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Carnaval!!!

Hoje é sexta feira, sexta feira de carnaval. Pelo que vejo hoje é um dia que as pessoas saem desesperadas em busca de alegria, como se se não entrassem na festa não estariam vivendo. É bom que as pessoas se divirtam brinquem confratenizem-se, mas o problema é que muitas pessoas acham que no carnaval tudo é permitido, e que as consequencias não virão. Grande engano, muitas coisas ruins acontecem na vida de pessoas por acharem que tudo é festa, que nesta época tudo pode. Por favor quem gosta de carnaval antes de sair para as festas se concientizem que no ano que vem tem mais, e que por isso é bom festar com responsabilidade, para poder curtir quantos carnavais a vida lhe der. Bebam, mas não dirijam, pois esta combinação de álcool e direção pode acabar com o seu carnaval e com o carnaval de outras pessoas, divirtam-se com a responsabilidade de que o carnaval não vai durar pra sempre, e os próximos finais de semana do ano vocês não querem carregar as consequencias de momentos irresponsáveis deste. Não confundam alegria com felicidade, estar alegre não significa estar feliz, a felicidade é algo profundo que vem de dentro pra fora já alegria é alguma coisa mais superficial momentânea até. Curtam estes dias de extrema alegria no Brasil, festem a vontade façam amigos, mas não deixem que a tentativa de buscar uma felicidade momentânea tragam consequencias irreversíveis em suas vidas. As vezes na tentativa de ser feliz ou alegre durante  quatro ou cinco  dias, chora-se  e se  faz chorar por muitos anos depois.
O carnaval é uma época de festas mas a festa só é boa se deixar boas lembranças e gostinho de quero mais, para isso é bom curtir  de "cara limpa" e com responsabilidade(como fala a minha mãe para meu mano e meu tio) se é que me entendem. Mas deixando as coisas ruins de lado venho desejar a todos um  ótimo carnaval a todos, para os que vão festar e para os que vão aproveitar para descansar para enfrentar o ano que vai começar pra valer após as festas de carnaval!!!

Ana Giulia!!!

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Vergonha!!!

O que dizer das injustiças que acontecem todos os dias na sociedade???Pergunto isso porque vi um video de dois africanos que por estarem vestidos com roupas de marca no Rio Grande do Sul, foram confundidos por uma policial com assaltantes,foram levados para uma delegacia e ainda agredidos.Isto tudo aconteceu  no final de janeiro, no mesmo mês uma criança turista da Espanha é expulsa de um restaurante em São Paulo porque o dono confundiu a criança com um menino de rua, pelo simples fato de ser negro.Tantos absurdos acontecem, tantas injustiças, e nada é feito para acabar com esta hipocrisia que tentam vender no Brasil de que racismo não existe, que isto esta na cabeça dos negros e que os negros que se auto discriminam. Não, não é bem assim. Todos os dias vemos coisas deste tipo acontecendo, os negros em sua maioria são sempre considerados culpados são marginalizados e oprimidos, está na hora de  dar um basta a isto. Vamos aceitar que o Brasil apesar de ser um país de mestiços, é um país racista e é uma vergonha para nós brasileiros, sermos vistos la fora como um país que não respeita as diferenças. Racismo acontece em todos os lugares do mundo é verdade, mas se a sociedade brasileira, continuar a tratar os negros como culpados sempre, é bom lembrar que o Brasil tem que se preparar para receber milhões de pessoas para a copa do mundo em 2014, e para as olimpíadas em 2016, e como fazer se cada negro que aqui chegar ser confundido com um bandido pelo simples fato de estar bem vestido??? Não da pra entender, quando esta mal vestido é porque esta mal vestido, quando esta bem vestido é porque esta bem vestido, querem o que , que os negros andem sem roupas??? Um pedido de desculpa não basta, o que precisamos é mudar é esta mentalidade preconceituosa, caso contrario vamos passar muita vergonha, quando a mídia internacional começar a divulgar estas vergonhosas   atitudes de alguns brasileiros, e da passividade da imprensa e do governo em aceitar estes acontecimentos como se normal fosse. O racismo no Brasil existe sim, e está ficando cada dia pior, agora agride-se até negros estrangeiros que aqui vem para estudar ou passear, e  não vejo nada sendo feito para se acabar com isso.
Deixo abaixo o video do qual falo neste texto.



Ana Giulia



domingo, 5 de fevereiro de 2012

Pinheirinho....

Eu não tenho escrito muito nos últimos dias, preferi primeiro ver bem o que estava acontecendo para não escrever bobagens. Mas diante de tudo que li e fiquei sabendo, não da pra ficar quieta. Calar diante destes acontecimentos é o mesmo que aceitar. O que aconteceu no bairro Pinheirinho em São Paulo mesmo sendo uma decisão judicial, ao meu ver foi uma demostração clara de que se você não tem dinheiro você não tem direitos. Diante de tudo que vem sendo exposto a sociedade pela prefeitura e até mesmo pelo judiciário, a suposta "operação" foi perfeita, sem truculência policial e sem grandes feridos. Gostaria de saber o que significa truculência e grandes feridos para estas pessoas. Com certeza a definição desta palavra não tem o mesmo sentido que para nós pobres mortais. Ferimentos não são só físicos, existem ferimentos de alma também, aquele que fica na nossa cabeça e no nosso coração,nos matando aos pouco cada vez que lembramos, e este muitas vezes é muito mais difícil de cicatrizar. Houve barbárie sim, houve violação dos direitos humanos sim, houve violência física e violência psicológica sim, e as pessoas responsáveis por isto que poderiam ter evitado tudo isso, vem a publico dizer que tudo ocorreu dentro da maior normalidade???
O que é normalidade para estas pessoas??? As pessoas responsáveis por isto tem coragem de dizer que o saldo deste acontecimento foi positivo. Positivo onde gente??? Onde pode haver algo positivo em uma situação desta??? Por mais que os policiais não tivessem cometido excessos, e tivessem agido de forma a pensar que aquelas pessoas que la moravam poderiam ser um familiar seu, já seria uma situação difícil.
Mas além de tudo que estas pessoas passaram, ainda sofreram  violências inadmissíveis. Mulheres e homens foram violentados por policiais, isso é normal???? Tem um homem que recebeu um tiro pelas costas e corre risco de ficar paraplégico, pergunto isto é normal??? Um velhinho, da idade de minha avó esta na UTI e o pior o histórico médico dele esta sendo mantido em sigilo até mesmo para os familiares, ele foi violentamente espancado e esta em coma, pergunto de novo, isto é normal???
Não, isto não é normal. Normal seria cumprir a decisão judicial(já que ordem de juiz não se discute, cumpre-se),mas respeitando aquelas pessoas com dignidade com respeito com humanidade. Eu me pergunto, por que o ser humano tem a péssima mania de tripudiar sobre a desgraça de seus semelhantes??? Estes policiais poderiam ter feito as coisas de outra maneira se não se sentissem donos do mundo em cumprimento de seus deveres. E a juíza poderia ter esperado mais um pouco  até que todas as tentativas houvessem se esgotado, e o governo do estado poderia ter providenciado um local para estas pessoas antes da desocupação. Tudo isso poderia ter sido evitado sim, se os mandantes agissem com mais humanidade e com menos orgulho e prepotência(Se é que não existem outros interesses por trás de tudo isso que eu não sei), descendo de seus pedestais e se colocando no lugar das pessoas que ali moravam.

Ana Giulia

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Mudar De Lugar!!!

Eu queria hoje só falar de coisas boas, mas não posso falar de coisas boas quando nos deparamos com a realidade de muitas pessoas que tem motivos de sobra para estarem tristes chorando sofrendo de verdade.
Nos últimos dias tive dois exemplos de como as vezes reclamamos da vida  sem motivos. O primeiro motivo que vou falar aqui é sobre um grupo de famílias de uma comunidade que foi despejada, jogadas na rua , crianças que não entendem nada, de um dia para o outro ficaram sem casa sem referencia de um lar, elas foram dormir em  suas casas  e no dia seguinte acordaram e viram suas casa serem destruídas. Com certeza a experiência que estas crianças viveram nunca vai sair de suas cabeças. A outra foi que na segunda feira a tarde saindo do bairro Ipanema indo para Barra, minha mãe parou em um sinal de transito que estava fechado na Lagoa, um menino que deveria ter mais ou menos a minha idade estava chorando desesperadamente, diante do choro compulsivo do garoto, minha mãe abriu o vidro e perguntou o que estava acontecendo, ele olhou e não falou nada abaixou a cabeça, minha mãe voltou a perguntar e ele disse que não estava conseguindo nada de dinheiro e que estava ali a um tempão, ele fazia aqueles movimentos com bolinhas de tênis acho que é malabaris. Os dias aqui no Rio tem sido muito quente, fiquei pensando naquele garoto, que sorte de vida diferente da minha a dele. E pensei que muitas vezes reclamo da vida. Passei por momentos difíceis sim, e não preciso nem falar aqui, mas existem pessoas em situações bem piores que a minha. Nós seres humanos temos a péssima mania de sempre acharmos que somos os mais sofredores os mais injustiçados os mais coitadinhos, mas analisemos nossas vidas: temos casa, temos família, temos amigos, podemos sair e ir onde quisermos , temos saúde , muitos de vocês que estão lendo
tem seus trabalhos( talvez não o trabalho dos sonhos, mas tem como pagar as contas no final do mês). Mas muitas vezes reclamamos de tudo, eu queria  muito uma  coisa que acabei conseguindo agora, mas quando dei por mim, me peguei reclamando que não era bem como eu esperava, queria que fosse melhor, e percebi que por mais que consigamos o que queremos nunca vamos estar satisfeito, vamos sempre querer algo a mais e reclamarmos do que temos. Por que não podemos simplesmente curtir e aproveitarmos as boas coisas que a vida  vida nos oferece, ao invés de perdemos tempo  reclamando do que não  temos ou então sempre ficar achando que merecíamos   algo mais. Se você hoje não esta feliz com o que tem, olhe para alguém ao seu lado com certeza encontraras alguém que adoraria trocar de lugar com você. Pense nisso!!!

Ana Giulia

domingo, 15 de janeiro de 2012

Somos Bons???

Hoje eu li um texto enviado por uma amiga do face, e fiquei pensando em como as vezes nos sentimos superiores aos outros. As vezes este sentimento vem até bem "intencionado". Digo isso por que o texto falava  de um acontecimento em uma universidade na Alemanha, vou tentar simplificar aqui o que diz a história: Em um belo dia uma estudante alemã pega sua bandeja de refeição no restaurante da universidade e se dirige para uma das mesas, quando chega a mesa percebe que esqueceu os talheres, deixa a bandeja sobre a mesa e vai pegar os talheres, quando volta percebe que um outro estudante só que estrangeiro provavelmente de algum lugar da Africa estava sentado comendo de sua bandeja de refeição, a moça alemã fica com raiva na hora, mas logo fica imaginando que o coitado de onde vem não deve ter noção de propriedade privada, ou então quem sabe até não tem dinheiro para pagar seu almoço, mesmo sendo um preço tão baixo, mas sendo ele um estudante vindo da Africa provavelmente de uma região muito pobre (supõe ela). Pois bem, ela decide sentar-se a frente do estudante e com seus talheres começa a comer junto com ele em sua bandeja, o estudante Africano com um sorriso meio tímido aceita e os dois dividem aquela refeição, ele come a salada ela a sopa, ela come a fruta e ele escolhe o iogurte, sempre com um olhar meio tímido do dito estudante africano. Ela ao final achando que havia feito uma boa ação e se sentindo o máximo resolve levantar-se para pegar um café, quando percebe que na cadeira  atrás de si estava seu agasalho e sobre a mesa uma bandeja intacta, nesta hora ela percebeu que quem fez a boa ação ali ao dividir seu alimento talvez até sem entender nada mas sem perguntar também, foi o Africano que ela julgara ser de uma certa forma inferior a ela. E assim somos nós, muitas vezes julgamos as pessoas  pelas aparências, pela cor da pele, por suas opções sexuais, por suas origens, enfim.... e as vezes nos sentimos de uma certa forma superiores , as vezes até ao tentar ajudar estas pessoas já fazemos por nos sentimos mais que elas, mas na verdade muitas vezes  ao ajudarmos  alguém não percebemos que os verdadeiros ajudados somos nós......É  a vida as vezes nos prega cada peça!!!

Ana Giulia

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

O Índiozinho...

Eu não queria escrever  sobre este assunto pois não sei se isto é realmente verdade, ou seja se este fato realmente aconteceu. Mas não me contenho, não consigo dormir com a imagem do que vi. Fiquei sabendo que um índiozinho de oito anos foi queimado vivo por madeireiros no interior do Maranhão. Se este fato é verdadeiro ou não eu não sei, mas o que eu sei é que isto é muito cruel. Os índios que eram os verdadeiros  donos das terras do Brasil, foram explorados e praticamente desapareceram, hoje existe muito pouco deles, e menos ainda que vivem de acordo com suas origens. Tudo devido a influencia do homem branco, que tomou suas terras invadiu suas vidas e destruiu suas origens. Hoje eles  ainda tem que ficar lutando para garantir o pouco que lhes resta. Mas pior do que tudo é imaginar que uma criança da idade do meu priminho foi morto queimado vivo, isto realmente esta tirando meu sono, minha paz e meu sossego.  Fiquei tão chocada com o que li e mais ainda em ver a pouca ou quase nada manifestação sobre isso nas redes sociais. Se isto realmente aconteceu, os responsáveis e assassinos devem ser punidos com a máxima urgência, pois foi no mês de outubro de 2011, estamos em janeiro de 2012 e nada me parece que foi feito. Não podemos  compactuar com um massacre deste. É um índio mas antes de qualquer coisa é uma criança inocente, como qualquer criança que vive na cidade e que deveria ter os mesmos direitos de ter sua morte investigada e punida com o  mais alto rigor das leis. Não é possível que se isto realmente aconteceu ninguém ainda tenha certeza do que aconteceu e como aconteceu. Está na hora de pararmos de tratar a vida humana de acordo com os interesses pessoais  e financeiros dos "grandes".
A vida tem que ter mais valor do que o dinheiro, caso contrário continuaremos caminhando a passos largos para o abismo que a humanidade própria está criando. Vamos refletir sobre isso e aproveitarmos o início do ano para reiniciarmos nosso modo de pensar e mudarmos nosso modo de agir e invertermos nossos valores que hoje estão muito distorcidos. Hoje nos preocupamos muito mais em ter do que em ser. Por exemplo:
queremos ter dinheiro, ao invés de valores morais
queremos ter poder , ao invés de amigos leais
queremos ter status , ao invés de respeito ao próximo a nós mesmos
Queremos ter ter ter .... ao invés de ser ser ser
Sermos boas pessoas, sermos bons amigos, sermos bons filhos, sermos bons estudantes, sermos bons cidadãos...

Ana Giulia


PS: Hoje dia 11/01/2012, venho dizer que a história do indiozinho não
é verdadeira, a FUNAI confirmou que nem uma criança indígena foi vitima de um massacre como o que vinha sendo divulgado.